PUBLICIDADE
Agronegocio
Noticia de: 04 de Janeiro de 2018 - 13:38
PMA autua 30, apreende 1232 kg de peixes capturados durante a piracema e aplica R$ 131,3 mil em multas em dois meses de operação



 
 

PMA autua 30, apreende 1232 kg de peixes capturados durante a piracema e aplica R$ 131,3 mil em multas em dois meses de operação

 
 

Completaram-se amanhã (5), dois meses de período de defeso para proteção do período reprodutivo dos peixes, a “piracema”. Até este segundo mês, a quantidade de autuados foi 16,7% menor em comparação ao segundo mês da operação passada. Foram 30 autuados nesta operação e 36 na passada. Dos autuados, 28 foram presos por pesca predatória e 2 (dois) foram pegos com pescado sem ter declarado estoque, o que não é crime ambiental. Na operação passada foram 32 presos e 4 (quaro) foram autuados por falta de declaração de estoque.


O número de pescado apreendido foi 65,81% superior. Foram 1232 kg de pescado apreendidos nesta e 743 kg até o segundo mês da operação passada. Foram aplicadas multas que chegaram a R$ 131.290,00 e R$ 64.530,00 durante o mesmo período à piracema passada. A quantidade de petrechos de pesca ilegais, barcos e motores de popa apreendidos está dentro do que se apreendeu em piracemas anteriores.


Nesta operação (2017-2018), o segundo mês foi mais tranquilo em comparação ao primeiro mês de piracema. Foram 22 autuados no primeiro mês e 8 (oito) no segundo e apenas 10 kg de pescado apreendidos, enquanto no primeiro mês foram 1.222 kg. Porém, essa quantidade deveu-se a uma apreensão de 949 kg em uma única ocorrência em Corumbá. Essa redução no segundo mês tem sido comum também em operações anteriores. Os maiores problemas de pesca predatória ocorreram neste segundo mês em Aquidauana e no primeiro em Corumbá.
ESTRATÉGIA DE FISCALIZAÇÃO
A PMA manterá a estratégia de fiscalização intensiva, para que haja sempre um grande número de pessoas que desrespeitam a lei presas, no momento que iniciam a pescaria. Ou seja, sem que tenham conseguido capturar grande quantidade de pescado. Esta é a melhor estratégia e é o que vem acontecendo em cada piracema, em que a quantidade de pescado apreendida vem mantendo-se na mesma média, bem como o número de pessoas presas.


Espera-se apreender durante toda essa piracema, a mesma quantidade de pescado que tem sido apreendido em piracemas anteriores, desde que a PMA tem adotado a estratégia de monitorar os cardumes no ano de 2000, que tem sido em média de uma tonelada. A colocação de Policiais em Postos Avançados nas principais cachoeiras e corredeiras, onde os cardumes são mais vulneráveis tem sido um fator fundamental de prevenção.


A ordem do Comando da PMA continua sendo a de encaminhar os autuados às delegacias para serem presos em flagrante, embora estes saiam após pagarem fiança. No entanto, isso serve para demonstrar ao autuado de que ele está cometendo um crime passível de cadeia. Além do mais, em caso de reincidência não há fiança.


As pessoas autuadas e presas responderão a processo criminal e poderão, se condenadas, pegar pena de um a três anos de detenção (Lei Federal 9.605/1998). Além disso, a multa administrativa é de R$ 700,00 a R$ 100.000,00, mais R$ 20,00 por quilo do pescado irregular (Decreto Federal 6.514/2008).


Tabela 1 – Ocorrências de pesca durante o 1º mês de piracema por município.


Tabela 3 – Números totais do segundo mês da piracema 12/13 a 17/18.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
19/04/2018 - 11:04  Base da Polícia Militar Rodoviária apreende Maconha na MS 270
19/04/2018 - 11:02  7º Batalhão PM e Prefeitura Municipal de Aquidauana firmam parceria para o retorno do PROERD
19/04/2018 - 10:52  Mais de 2 mil acadêmicos se inscrevem para processo seletivo de estágio no TJ
19/04/2018 - 10:50  Em Comemoração ao Dio do Índio o Lazer Leva Diversão Para Várias Aldeias do Estado
19/04/2018 - 10:47  Prêmio Nacional de Educação Fiscal abre inscrições a partir desta quinta-feira
19/04/2018 - 10:39  PMA socorre Jaguatirica ferida depois de atropelamento à margem da BR 163 em Nova Alvorada do Sul
18/04/2018 - 17:37  Polícia investiga incêndio nesta madrugada no Cristo Rei em Anastácio
18/04/2018 - 17:13  Agepen abre inscrições para agentes interessados em integrar o Comando de Operações Penitenciárias
18/04/2018 - 17:09  Comandante do 2º GBM ministra palestra institucional na Loja Maçônica em Dourados
18/04/2018 - 13:58  Senado aprova construção de ponte em MS e Brasil dá passo importante para Rota Bioceânica
18/04/2018 - 13:53  Termina nesta sexta-feira o prazo de inscrição do Casamento Comunitário em Aquidauana
18/04/2018 - 10:25  GAECO realiza Operação Lucro Fácil em Campo Grande e São Paulo
18/04/2018 - 10:15  Senado aprova projeto que obriga escolas a combaterem bullying
18/04/2018 - 10:11  UFMS convida para seminário sobre participação na Rota de Integração Latinoamericana
18/04/2018 - 10:06  Juiz de MS será palestrante em Seminário sobre Crimes de Fronteira e Combate à Lavagem de Dinheiro
18/04/2018 - 10:00  Empresas que ocupam mão de obra prisional em MS conquistam certificação nacional
18/04/2018 - 09:54  Polícia Civil incinera quase uma tonelada de drogas no interior do estado
18/04/2018 - 09:51  Foragido da justiça que ameaçava matar ex-esposa é preso pela Polícia Militar
18/04/2018 - 09:49  PMA socorre Tamanduá-bandeira ferido à margem de rodovia depois de atropelamento
18/04/2018 - 09:45  Base da Polícia Militar Rodoviária apreende mais de uma tonelada de maconha
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE