PUBLICIDADE
Agronegocio
Noticia de: 12 de Junho de 2018 - 10:12
Agricultura Familiar recebe investimentos de R$ 12 milhões em equipamentos do Governo do Estado



 
 

Agricultura Familiar recebe investimentos de R$ 12 milhões em equipamentos do Governo do Estado

 
 

Sabe-se que a agricultura familiar é a responsável por garantir a segurança alimentar do País, gerando os produtos da cesta básica consumidos pelos brasileiros. A estimativa é de cerca de 70% dos alimentos que vão para as nossas mesas são oriundos da produção com mão-de-obra familiar. Diante de tamanha importância é que o governador Reinaldo Azambuja promoveu, nesta segunda-feira (11.6), a maior entrega de equipamentos para fomentar o setor, calculada em R$ 12 milhões investidos na aquisição de 567 implementos agrícolas.

Governador Reinaldo Azambuja faz entrega simbólica da chave dos equipamentos. Foto: Néia Maceno

Em seu pronunciamento, ele destacou que em sua gestão todos os municípios de Mato Grosso do Sul serão beneficiados com a tão demandada patrulha mecanizada. “Nós estávamos em um momento em que a bancada federal tinha que fazer uma escolha e optou colocar uma emenda parlamentar para comprar os equipamentos. Então, temos empenhados R$ 9 milhões e a partir daí, fizemos mais um esforço coletivo, a distribuição das emendas, ela é respeitada a cada parlamentar. O mais importante é que os 79 municípios foram atendidos. Essas emendas, com a contrapartida que Governo do Estado colocou, é que propiciou a gente chegar até a data de hoje, entre o que já foi entregue e com o que está sendo entregue aqui, com mais de 1.044 equipamentos que vão ajudar a agricultura familiar”.

Entre os 567 equipamentos expostos no canteiro do Cepaer – Centro de Pesquisa e Capacitação da Agraer – Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural, 95 são tratores, 96 grades aradoras, 87 grades niveladoras, 86 calcareadeiras, 80 rotoencanteiradores, 79 pás carregadeiras, 6 roçadeiras, 5 ensiladeiras, 13 carretinhas e 20 resfriadores com capacidade de mil litros cada.

A cerimônia promovida em uma dos espaços da Agraer recepcionou dezenas de pessoas entre lideranças municipais, estaduais, federais e, principalmente, os protagonistas da ação que são os agricultores familiares (assentados, produtores tradicionais, indígenas e quilombolas).

Produtor Francisco Ferreira, do Projeto de Assentamento (PA) Conquista. Foto: Néia Maceno

Após um hiato de 12 anos, a capital sul-mato-grossense foi uma das contempladas nesta fase de fomento. O produtor Francisco João Ferreira, do Projeto de Assentamento (PA) Conquista é um que vê com bons olhos o repasse. “A patrulha ajuda muito qualquer agricultor familiar que tenha acesso a ela porque é um equipamento que agiliza os trabalhos e ajuda a dar maior qualidade aos nossos produtos seja para venda direta aos consumidores ou para os programas como Pnae [Programa Nacional da Agricultura Familiar] e PAA [Programa de Aquisição Alimentos]”.

Ao todo, Campo Grande foi contemplada com três patrulhas mecanizadas que deverão auxiliar na lida no campo das famílias que atuam dentro do cinturão verde da cidade. “Com esta ação temos um Governo que passa do serviço de assistencialismo para atuar na produtividade da nossa Cidade Morena. Estimamos um atendimento de 1.500 famílias entre 22 assentamentos e comunidades oriundas da agricultura familiar. Estamos felizes com esse olhar do governador, da Agraer e da Semagro e, já estamos estudando uma logística para atender o maior número de famílias agrícolas”, disse o secretário da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedesc), Luiz Fernando Buanain.

Para o diretor-presidente da Agraer, André Nogueira, a patrulha mecanizada é bem recebida não somente pelo setor produtivo, agricultura familiar, como pelos próprios técnicos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). “São equipamentos novos que não demandam uma grande manutenção, risco de ficarem encostados por problemas, e a Agraer detém muito conhecimento de cultivo através de nossos profissionais. Então, os equipamentos ajudam a plantar, colher no tempo certo e a ofertar produtos no mercado de maior qualidade”.

Tamanho benefícios citados acima que há quatro anos são aguardados pelas 116 famílias do Projeto de Assentamento (PA) Serra, do município de Inocência. “Atualmente temos um ótimo atendimento da Agraer dentro do assentamento, mas a gente sabe que o técnico não pode fazer tudo, né. Ter uma patrulha é ter uma alavanca, um pontapé para acelerar e melhorar o dia a dia seja na lavoura, nas hortas ou no pasto”, afirma o pequeno produtor Geraldo Ramos.

O agricultor familiar Daniel Domingos é outro que já antevê os ganhos com o funcionamento das máquinas da porteira para dentro de cada sítio do assentamento Padroeira do Brasil, município de Nioaque. Considerado o mais antigo do Estado, com 34 anos de fundação. “A gente consegue produzir mais e na época certa. Na base da enxada ou com a tração animal uma pessoa leva de 5 a 6 dias para o manejo da terra, isso dependendo do que você quer fazer. Com um trator em mãos o tempo cai de uma hora, uma hora e meia”.

Secretário da Semagro, Jaime Verruck; diretor-presidente da Agraer, André Nogueira; e o superintendente da Semagro, Rogério Beretta (da esq. para dir.). Foto: Neia Maceno

Melhorias sentidas no campo que vão ao encontro do principal foco da atual gestão do Governo do Estado em termos de agricultura familiar como ressaltou o titular da Secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura e Familiar, Jaime Verruck. “A tecnificação que há muito tempo está no agronegócio precisa ser levada também para a agricultura familiar por dois motivos: melhoria de renda e melhoria de produtividade. Acredito que esse é o grande ponto que estamos trabalhando aqui. A possibilidade que de nós conseguirmos fazer isso em uma escala com apoio e recursos da bancada federal, com contrapartida do Governo do Estado, é fundamental”.

“A gente atinge um grande volume de produtores porque são mais de 70 mil famílias na agricultura familiar do Estado, e o próximo passo, agora, é o bom uso dessas máquinas. A Agraer vai fazer todo um trabalho de planejamento do uso dessas máquinas com cada um dos municípios e depois, também, estamos pensando em verificar que tipo de equipamento que ainda falta para completar essa tecnificação neste setor produtivo. Além de apresentar uma nova emenda para que a gente possa fazer isso”, argumentou o secretário.

Só no que diz respeito ao público indígena, na aldeia Nova Buriti, de Dois Irmãos do Buriti, os equipamentos auxiliarão as atividades de cerca de 150 famílias. “É da terra que tiramos o sustento das famílias e garantimos os estudos das crianças. Com a patrulha vai dar para cuidar da lavoura, plantar milho, feijão, mandioca e cuida da terra. A gente quer cuidar e garantir o uso bom de tudo”, disse o cacique José André Ferreira que durante a solenidade ainda recebeu as chaves de um caminhão com carroceria de madeira adquirida por R$ 148.600,00.

Entrega de Tratores e Equipamentos para Agricultura Familiar - Foto Edemir Rodrigues

Na aldeia Nova Buriti, de Dois Irmãos do Buriti, os equipamentos auxiliarão as atividades de aproximadamente 150 famílias. Foto: Edemir Rodrigues

Implementos Agrícolas

Juntos todos os maquinários equivalem a R$ 12.373.344,00, um montante que será aplicado na mecanização das pequenas propriedades rurais dos quatro cantos do Estado. Uma forma de tornar a agricultura familiar mais competitiva no mercado, o que pode contribuir com a redução de importação de alimentos, já que o Mato Grosso do Sul ainda depende de produtos de hortigranjeiros de outros estados, em especial, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Dourados, Naviraí, Nova Andradina, Campo Grande, Coronel Sapucaia, Douradina, Rio Verde, Tacuru, Angélica, Caarapó, Japorã, Ponta Porã, Itaquiraí, Anaurilândia, Fátima do Sul, Figueirão, Inocência, Juti, Ivinhema, Rio Negro, Selvíria, Sete Quedas, Sonora, Alcinópolis, Antônio João, Bandeirantes, Jateí, Terenos, Paranhos, Ribas do Rio Pardo, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia, Aquidauana, Bodoquena, Taquarussu, Água Clara, Aparecida do Taboado, Cassilândia, Coxim, Maracaju, Vicentina, Amambai, Eldorado, Miranda, Novo Horizonte do Sul, Aral Moreira, Mundo Novo, Bataguassu, Glória de Dourados, Iguatemi, Nioaque, Bela Vista, Corumbá, Jardim, Corguinho, Itaporã, Paranaíba, Caracol, Rio Brilhante e Rochedo são os 62 municípios contemplados nesta fase.

Brasilândia, Costa Rica, Laguna Caarapã, Nova Alvorada do Sul, Paraíso das Águas e Pedro Gomes que ainda não foram contemplados pelo poder executivo estadual serão assistidos, em um futuro momento, conforme informações repassadas durante a solenidade.

Já na listagem de beneficiados com resfriadores estão Nioaque, Sidrolândia, Fátima do Sul, Juti, Eldorado, Iguatemi, Itaquiraí, Mundo Novo, Angélica, Nova Andradina, Amambai, Paranhos, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste, Brasilândia, Inocência, Paranaíba e Selvíria.

Os recursos são oriundos de emenda da bancada federal, oito deputados federais e três senadores, de recursos do próprio Governo do Estado e de propostas voluntárias da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento (Sead), Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco).

A cerimônia de entrega de equipamentos ainda contou com a presença da vice-governadora, Rose Modesto; dos secretários de Estado Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica) e Helianey Paulo da Silva (Seinfra); dos parlamentares estaduais Júnior Mocchi, Beto Pereira, Enelvo Felini, João Grandão, Renato Câmara, Paulo Correa, Mara Caseiro, Eduardo Rocha, Rinaldo Modesto; e dos federais Teresa Cristina, Zeca do PT, Vander Loubet, Geraldo Rezende, Elizeu Dionísio, Dagoberto Nogueira; dos senadores Moka e Simone Tebet; e do diretor-presidente do Detran, Roberto Hashioka. Além de outras autoridades do Estado, prefeitos, municípios, lideranças e agricultores familiares.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
13/03/2019 - 12:11  Boliviano é preso com 17,3 quilos de cocaína em posto da BR-262
13/03/2019 - 12:05  Escolas Novo Progresso e São Manoel conheceram o Câmpus de Aquidauana da UFMS
13/03/2019 - 11:58  Justiça acata pedido do MPMS e determina a prisão de Raul Freixes
13/03/2019 - 11:54  Juiz determina sepultamento de mulher que se passava por homem
13/03/2019 - 11:50  Prefeitura de Aquidauana oferece para mulheres curso gratuito de ovos de páscoa
13/03/2019 - 11:47  Feira da Estação de Aquidauana movimenta a economia local e é opção de lazer para as famílias
13/03/2019 - 11:45  Patrulha Mirim de Aquidauana reúne pais para informações sobre as atividades do projeto
09/03/2019 - 11:24  DOF impede contrabando de 3,7 mil pacotes de cigarros trazidos do Paraguai
06/03/2019 - 16:32  Polícia paraguaia caça brasileiro do PCC em matas na fronteira
06/03/2019 - 16:29  Inmet emite alerta de tempestade para 91% dos municípios de MS
06/03/2019 - 16:19  Perícia oficial do Estado amplia capacidade de realizar exames de DNA contra crimes
06/03/2019 - 16:18  Escolas de Samba de Campo Grande dão um show de colorido e alegria na Passarela do Samba
06/03/2019 - 16:15  Polícia Militar Ambiental prende e autua mulher de 35 anos em R$ 5, 1 mil por transportar peixe ...
06/03/2019 - 16:11  DOF apreende produtos eletrônicos na MS-380
06/03/2019 - 16:09  Ações da Policia Militar deteve 7 pessoas e apreendeu arma e munições em Dourados
06/03/2019 - 15:58  Polícia Militar Ambiental autua 16 pessoas e aplica R$ 22 mil em multas por pesca, ...
28/02/2019 - 15:14  Carnaval de MS terá segurança reforçada por 2,3 mil servidores na Capital e no interior
28/02/2019 - 15:11  Rio Aquidauana atinge nível de alerta e Defesa Civil monitora situação
28/02/2019 - 15:08  Casa do Trabalhador atualiza vagas de emprego 28/02
28/02/2019 - 15:03  CRAS da São Pedro promove encontro com adolescentes
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE