PUBLICIDADE
Agronegocio
Noticia de: 03 de Outubro de 2018 - 09:22
Eleitores não podem ser presos a partir desta terça



 
 

Eleitores não podem ser presos a partir desta terça

 
 

Começa a valer nesta terça (2) a regra que proíbe a prisão de eleitores. A proteção vale até as 17h da próxima terça-feira (9), dois dias após a realização do primeiro turno das eleições. A determinação está prevista no Código Eleitoral (Lei 4.737, de 1965).


Durante esse período, a legislação só permite o encarceramento em três situações excepcionais: a primeira em caso de flagrante de crime, quando alguém é surpreendido cometendo uma infração ou acabou de cometê-la. 


De acordo com o Código de Processo Penal, se um eleitor é detido durante perseguição policial ou se é encontrado com armas ou objetos que sugiram participação em um crime recente, também há flagrante delito.


No segundo caso, é permitida a prisão daquele contra quem há sentença criminal condenatória por crime inafiançável: racismo, tortura, tráfico de drogas, crimes hediondos, terrorismo e ação de grupos armados contra a ordem constitucional.


A última exceção é para a autoridade que desobedecer salvo-conduto. Funciona assim: o juiz eleitoral ou o presidente de mesa pode expedir uma ordem específica para proteger o eleitor vítima de violência ou que tenha sido ameaçado em seu direito de votar. 


O documento garante liberdade ao cidadão nos três dias que antecedem e nos dois dias que se seguem ao pleito. A autoridade que desobedecer o salvo-conduto pode ser detida por até cinco dias.


O eleitor preso durante a próxima semana deve ser imediatamente levado à presença de um juiz. Se entender que a detenção é ilegal, o magistrado deve relaxar a prisão e punir o responsável. 


A proteção contra detenções durante o período eleitoral também vale para membros de mesas e fiscais de partidos políticos. Já os candidatos estão sob proteção legal contra prisão desde o dia 22 de setembro, salvo se pegos em flagrante delito.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
18/12/2018 - 10:37  Governo estadual injeta R$ 500 milhões na economia pagando décimo terceiro
18/12/2018 - 10:36  Funtrab recadastra indígenas para trabalhar na colheita de maçã em SC e RS
18/12/2018 - 10:33  Equipe da Saúde do Trabalhador de Aquidauana realiza ação de prevenção em Dois Irmãos
17/12/2018 - 19:50  Paratleta da ADD-MS é bicampeão brasileiro de Bocha
17/12/2018 - 19:22  Quatro veículos são apreendidos com produtos contrabandeados do Paraguai
17/12/2018 - 19:19  Por causa de raio, bairro de Aquidauana está há 48 horas sem água
17/12/2018 - 19:13  Bandidos arrombam porta de igreja em MS e fogem com dinheiro das doações
17/12/2018 - 19:11  Caminhão é retido por peso e nervosismo de motorista denuncia carga de cocaína
17/12/2018 - 19:08  TCE-MS abre concurso para estagiários em diversas áreas de formação.
17/12/2018 - 18:58   Poder Judiciário destina R$ 400 mil para reformas de presídios
17/12/2018 - 18:53  Em uma semana PM apreende mais de cinco toneladas de drogas e recupera 47 veículos
13/12/2018 - 17:10  Casal é preso com 27kg de cocaína em fundo falso de veículo
13/12/2018 - 17:09  Juíza da Capital é a primeira desembargadora eleita por merecimento
13/12/2018 - 17:05  Obras na maior penitenciária de MS garantem mais dignidade ao cumprimento da pena e melhores ...
13/12/2018 - 17:02  PMA de Mundo Novo recebe drone da Promotoria de Justiça de Eldorado para auxiliar nas fiscalizações
13/12/2018 - 16:59  PMR apreende carreta com contrabando e descaminho de pneus na MS 162
13/12/2018 - 16:56  Projeto da Assistência Social de Aquidauana é premiado em concurso de boas práticas de gestão
13/12/2018 - 16:51  Arte, alegria e Papai Noel anunciam o Natal da Esperança em Aquidauana
11/12/2018 - 17:26  Namorada inventa história para justificar que não teria quantia em dinheiro, e responderá por ...
11/12/2018 - 17:24  DOF recupera veículo roubado carregado com droga
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE