PUBLICIDADE
Agronegocio
Noticia de: 03 de Outubro de 2018 - 09:22
Eleitores não podem ser presos a partir desta terça



 
 

Eleitores não podem ser presos a partir desta terça

 
 

Começa a valer nesta terça (2) a regra que proíbe a prisão de eleitores. A proteção vale até as 17h da próxima terça-feira (9), dois dias após a realização do primeiro turno das eleições. A determinação está prevista no Código Eleitoral (Lei 4.737, de 1965).


Durante esse período, a legislação só permite o encarceramento em três situações excepcionais: a primeira em caso de flagrante de crime, quando alguém é surpreendido cometendo uma infração ou acabou de cometê-la. 


De acordo com o Código de Processo Penal, se um eleitor é detido durante perseguição policial ou se é encontrado com armas ou objetos que sugiram participação em um crime recente, também há flagrante delito.


No segundo caso, é permitida a prisão daquele contra quem há sentença criminal condenatória por crime inafiançável: racismo, tortura, tráfico de drogas, crimes hediondos, terrorismo e ação de grupos armados contra a ordem constitucional.


A última exceção é para a autoridade que desobedecer salvo-conduto. Funciona assim: o juiz eleitoral ou o presidente de mesa pode expedir uma ordem específica para proteger o eleitor vítima de violência ou que tenha sido ameaçado em seu direito de votar. 


O documento garante liberdade ao cidadão nos três dias que antecedem e nos dois dias que se seguem ao pleito. A autoridade que desobedecer o salvo-conduto pode ser detida por até cinco dias.


O eleitor preso durante a próxima semana deve ser imediatamente levado à presença de um juiz. Se entender que a detenção é ilegal, o magistrado deve relaxar a prisão e punir o responsável. 


A proteção contra detenções durante o período eleitoral também vale para membros de mesas e fiscais de partidos políticos. Já os candidatos estão sob proteção legal contra prisão desde o dia 22 de setembro, salvo se pegos em flagrante delito.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
17/05/2019 - 11:07  Ex-prefeito de Anastácio é condenado a devolver dinheiro aos cofres publico
17/05/2019 - 10:53  Corpo de Bombeiros Militar em Aquidauana recebe materiais e equipamentos através de Termo de ...
17/05/2019 - 10:51  Casa do Trabalhador atualiza vagas de emprego 16/05
17/05/2019 - 10:48  Aquidauana: prefeitura e parceiros começam a receber doações para a Campanha do Agasalho
17/05/2019 - 10:46  Polícia Militar através da 5ª CIPM prende homem por Porte Ilegal de Arma de Fogo
17/05/2019 - 10:44  Veículo com quase uma tonelada de droga que seria levado para a Bahia foi apreendido pelo DOF ...
17/05/2019 - 10:37  Com ações do Estado, Bonito projeta a melhor temporada do turismo em 2019
17/05/2019 - 10:32  Artesanato de MS é sucesso de vendas em feira em Brasília
11/05/2019 - 21:55  Jogos Escolares da Juventude de MS evolui mais de 300% nos últimos anos
11/05/2019 - 21:52  Programa Lote Urbanizado com 50 casas para construção é apresentado para famílias de Aquidauana
11/05/2019 - 20:21  Polícia Militar Ambiental autua em R$ 10 mil caminhoneiro paranaense com carga de madeira ...
11/05/2019 - 20:16  Dois veículos carregados com quase 800 pacotes de essência para narguilé contrabandeados do ...
09/05/2019 - 11:01  Bar que forneceu suco com álcool para crianças deve pagar danos morais
09/05/2019 - 11:00  Coral do TJMS fará apresentações em homenagem ao Dia das Mães
09/05/2019 - 10:56  Pescadores de 12 estados apoiam cota zero em MS e pedem inclusão do tucunaré
09/05/2019 - 10:54  Saúde desenvolve ações de combate à dengue nesta sexta, no Parque dos Poderes
09/05/2019 - 10:52  Aquidauana é representada na 2ª Feira do Empreendedor Deficiente de MS
07/05/2019 - 12:26  Abordagens a pessoas e veículos nos Altos de Anastácio resultam em prisões e apreensões pela ...
07/05/2019 - 10:31  Clínica médica deve indenizar por queimaduras em paciente
07/05/2019 - 10:26  Acidente de transito na Rua Duque de Caxias deixa vitima hospitalizada
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE