PUBLICIDADE
Agronegocio
Noticia de: 09 de Maio de 2019 - 11:01
Bar que forneceu suco com álcool para crianças deve pagar danos morais



 
 

Bar que forneceu suco com álcool para crianças deve pagar danos morais

 
 

Sentença proferida pela 3ª Vara Cível de Campo Grande julgou procedente a ação movida por um casal e dois filhos em desfavor de um bar e restaurante, condenado ao pagamento de R$ 20.000,00 de danos morais na proporção de R$ 5.000,00 para cada autor em razão do estabelecimento comercial ter fornecido suco com bebida alcoólica para as crianças.

Alegam os autores que no dia 15 de janeiro de 2014 estavam de férias em Aracaju, Sergipe, ocasião em que passaram o dia no estabelecimento réu. Contam que a mãe pediu um suco de abacaxi com hortelã para seus filhos, um com 9 anos e outro com 1 ano e 3 meses à época.

Narram que após o maior ter consumido cerca de meio copo e o bebê aproximadamente 100 ml, o filho mais velho disse aos pais que o suco estava com gosto diferente. Foi quando os pais identificaram que a bebida estava com cachaça ou algo semelhante, a qual deram para as pessoas que estavam na mesa ao lado provarem, bem como para a proprietária e funcionários do estabelecimento, tendo todos constatado a presença de bebida alcoólica no suco.

Por fim, relatam que levaram o filho mais novo ao pronto atendimento, o qual, apesar da consulta médica e do cuidado dos pais, ficou muito agitado e chorou até de madrugada. Sustentam assim que passaram por situação de grande preocupação e aflição, com abalo moral, o que gera o dever de indenização.

Em contestação, a empresa ré negou que tenha sido colocada bebida alcoólica no suco das crianças, como também nega a possibilidade de erro, atribuindo o sabor diferente constatado no suco ao grau de amadurecimento do abacaxi. Defende que a situação não passou de mero dissabor do cotidiano.

O juiz Juliano Rodrigues Valentim explanou que o réu não comprovou os fatos alegados. Por outro lado, os autores comprovaram com a documentação juntada ao processo, sobretudo com os depoimentos em juízo das testemunhas presenciais, que o suco de fruta feito pela funcionária do restaurante e ingerido pelos requerentes menores estavam com bebida alcoólica.

“Desse modo, reputo satisfatoriamente comprovado o defeito do produto e a ausência de prova da parte ré, como fornecedor do produto e prestador de serviço, de qualquer excludente de sua responsabilidade, de sorte que o dever reparatório é medida que se impõe”, concluiu o magistrado.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
17/05/2019 - 11:07  Ex-prefeito de Anastácio é condenado a devolver dinheiro aos cofres publico
17/05/2019 - 10:53  Corpo de Bombeiros Militar em Aquidauana recebe materiais e equipamentos através de Termo de ...
17/05/2019 - 10:51  Casa do Trabalhador atualiza vagas de emprego 16/05
17/05/2019 - 10:48  Aquidauana: prefeitura e parceiros começam a receber doações para a Campanha do Agasalho
17/05/2019 - 10:46  Polícia Militar através da 5ª CIPM prende homem por Porte Ilegal de Arma de Fogo
17/05/2019 - 10:44  Veículo com quase uma tonelada de droga que seria levado para a Bahia foi apreendido pelo DOF ...
17/05/2019 - 10:37  Com ações do Estado, Bonito projeta a melhor temporada do turismo em 2019
17/05/2019 - 10:32  Artesanato de MS é sucesso de vendas em feira em Brasília
11/05/2019 - 21:55  Jogos Escolares da Juventude de MS evolui mais de 300% nos últimos anos
11/05/2019 - 21:52  Programa Lote Urbanizado com 50 casas para construção é apresentado para famílias de Aquidauana
11/05/2019 - 20:21  Polícia Militar Ambiental autua em R$ 10 mil caminhoneiro paranaense com carga de madeira ...
11/05/2019 - 20:16  Dois veículos carregados com quase 800 pacotes de essência para narguilé contrabandeados do ...
09/05/2019 - 11:00  Coral do TJMS fará apresentações em homenagem ao Dia das Mães
09/05/2019 - 10:56  Pescadores de 12 estados apoiam cota zero em MS e pedem inclusão do tucunaré
09/05/2019 - 10:54  Saúde desenvolve ações de combate à dengue nesta sexta, no Parque dos Poderes
09/05/2019 - 10:52  Aquidauana é representada na 2ª Feira do Empreendedor Deficiente de MS
07/05/2019 - 12:26  Abordagens a pessoas e veículos nos Altos de Anastácio resultam em prisões e apreensões pela ...
07/05/2019 - 10:31  Clínica médica deve indenizar por queimaduras em paciente
07/05/2019 - 10:26  Acidente de transito na Rua Duque de Caxias deixa vitima hospitalizada
07/05/2019 - 10:06  Programa Fish TV News destaca a importância da cota zero na preservação do estoque pesqueiro
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE